Entenda sobre a remuneração de grávidas afastadas durante a pandemia

12 de janeiro de 2022


 

Durante a pandemia de Covid-19, foi sancionada a Lei nº 14.151, que estabelece o afastamento da empregada gestante das atividades presenciais, sem prejuízo de sua remuneração, devendo permanecer à disposição para o trabalho remoto.

Segundo Rafaela Calçada da Cruz, advogada tributarista sócia do Pereira do Vale Advogados, caso a empregada gestante não possa exercer as suas funções à distância, o empregador também deverá afastá-la, sob pena de frustrar a referida Lei.

Para continuar a saber mais detalhes sobre esse assunto, clique aqui!

Fonte: Contábeis.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Iniciar conversa
Olá como posso te ajudar?
Como podemos te ajudar?