Um guia completo para quem vai declarar o Imposto de Renda pela primeira vez.

31 de março de 2022


 

Vai declarar o Imposto de Renda pela primeira vez neste ano? Preparamos um guia completo que explica os principais termos usados pela Receita Federal e algumas dicas para preencher a declaração corretamente. Vem com a gente!

  1. O que é?

É um imposto que o governo cobra sobre os ganhos das pessoas, como salários, aluguéis, aposentadoria, pensão, prêmios de loteria etc. O valor é pago de acordo com a renda: quem tem renda menor paga menos, e quem ganha mais paga mais imposto.

  1. Declaração

O imposto é descontado todos os meses do salário e de diversos rendimentos. Mas, uma vez por ano, você, o contribuinte, precisa enviar a declaração para que a Receita Federal confira se pagou mais ou menos impostos do que deveria. A declaração também é conhecida como declaração de ajuste anual, e nela você deve informar os dados do ano anterior, ou seja, no IR 2022 são colocados os ganhos e gastos registrados ao longo do ano de 2021.

  1. Como o cálculo é feito?

Para calcular quanto o trabalhador deveria ter pago de imposto, a Receita soma os rendimentos que ele teve e desconta uma parte de seus gastos, são as chamadas “deduções”. O valor final é comparado com uma tabela, e essa tabela determina a porcentagem, também chamada de alíquota, de imposto sobre a renda que ele deve pagar.

  1. Deduções

Algumas despesas feitas durante o ano podem ser abatidas na declaração, o que faz com que o contribuinte pague menos imposto. São as chamadas deduções. É possível deduzir gastos com saúde (plano de saúde, médico etc.), educação (escola, faculdade etc.) e dependentes, por exemplo.

  1. Restituição e/ou pagamento

Caso a Receita veja que o contribuinte pagou mais imposto do que deveria, ele tem direito a uma restituição, ou seja, a receber de volta uma parte do que foi pago. Se a declaração não tiver nenhum problema, essa restituição será paga pela Receita Federal até o mês de setembro. Geralmente, quem entregou a declaração no início do prazo recebe a restituição mais cedo. Mas, se o contribuinte acaba pagando menos imposto do que deveria, ele vai precisar pagar mais. O valor será informado no fim do preenchimento da declaração e o pagamento pode ser feito por boleto ou por débito automático até o fim do prazo de entrega da declaração. Também é possível parcelar o valor a pagar.

  1. Malha fina

A Receita Federal, que tem como símbolo informal um leão, usa computadores para cruzar informações. Por exemplo, a empresa informa para a Receita quanto pagou de salário ao trabalhador. Se ele declarar um valor diferente, de propósito ou sem querer, os computadores mostram isso. Então, sua declaração cai na chamada “malha fina”. Ou seja, ela será examinada em detalhes e o contribuinte pode ser chamado para se explicar.

  1. Retificação

Quem erra ou se esquece de informar algum dado na declaração pode fazer a retificação, ou seja, a correção das informações pelo prazo de até cinco anos. Fazer a correção antes que a Receita perceba o erro é melhor porque mostra a boa fé.

Referências: economia.uol.com.br

Se quiser saber quem precisa declarar, a documentação necessária, onde fazer a declaração e muito mais, acesse o nosso artigo “Tudo que você precisa saber sobre o Imposto de Renda 2022”. Se ainda tiver dúvidas, fale com a Anacon Contabilidade. Contamos com uma equipe de profissionais altamente capacitados para te auxiliar na declaração do Imposto de Renda 2022.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Iniciar conversa
Olá como posso te ajudar?
Como podemos te ajudar?